Catequista Amadora
banner,blog,lirio


DEIXE SER...

MOMENTO BEATLES...

Deixe estar...

Quando eu me encontro em tempos difíceis
Mãe Maria vem a mim
Falando palavras de sabedoria, deixe estar...
E nas minhas horas de escuridão
Ela está em pé bem na minha frente
Falando palavras de sabedoria, deixe estar.
Deixe ser, deixe estar.
Sussurrando palavras de sabedoria, deixe estar.
E quando as pessoas de coração partido
Morando no mundo concordarem,
Haverá uma resposta, deixe estar.
Pois embora possam estar separados há
Ainda há uma chance que eles verão
Haverá uma resposta, deixe estar.
Deixe ser, deixe estar.
Deixe ser, deixe ser.
E quando a noite está nublada,
Há ainda uma luz que brilha em mim,
Brilha até a manhã, deixe estar.
Eu acordo ao som da música
Mãe Maria vem para mim
Não haverá tristeza, deixe estar.
Sussurrando palavras de sabedoria, deixa estar...


Escrito por Angela Rocha às 21h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ANJO MARIA DA PENHA...

Um dia estava Deus a pensar…

Em seu coração o desejo imenso de criar…

Alguém que Ele pudesse amar;

Alguém que pudesse amar;

Alguém que existisse para ser feliz.

Então Ele teve uma idéia!

Resolveu, com amor e ternura, criar você: por amor e para o amor.

Nesse momento, Deus exultou de alegria em saber que você, do jeitinho que é, iria se tornar realidade.

Assim, toda a criação esperou, radiante, para ver tamanha obra prima das mãos do Criador.

E esse dia aconteceu.

Você veio a existência e, para a alegria de toda humanidade, você nasceu.

E como você é importante! É um anjo! Inspiração amorosa do Pai do céu.

 PENHA! PRA VOCÊ TODA A FELICIDADE DO MUNDO!

FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Escute essa música:

http://mais.uol.com.br/view/5343088

E lembre-se:

"O céu inteiro está rezando por ti... se for preciso nós estamos aqui!"



Escrito por Angela Rocha às 10h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Sempre terminar o que se começa...

BOM DIA! Um bom-dia meio desanimado na verdade...

Não gosto de parecer desanimada... Mas ando meio assim, assim... E é um tanto difícil falar pra alguém se animar quando nosso ânimo também não está lá essas coisas... Estou com vontade desistir... E nem sei bem do que... Mas acredito que desistir seria pior ainda... Aí sim, eu teria que lidar com  outro tipo de fracasso... O meu como pessoa!

Sim, eu seria uma fracassada se desistisse... Porque eu sabia quando entrei nessa que a coisa não ia ser fácil. Ninguém me prometeu um mar de rosas. Aliás, desde que entrei pra catequese só ouço saudosismo: "Ah, era tão bom naquele tempo...", "Ah! A catequese era isso ou aquilo...", "Quando o padre fulano tava aqui as coisas eram diferentes", "Quando a coordenadora cicrana estava aqui, as coisas eram melhores..." Sei lá se isso era mesmo verdade... Claro que deve ter havido um tempo em que as coisas eram melhores. Pelo menos com relação às crianças. Deviam ser mais interessadas e as famílias menos ausentes. Mas isso quando? Quando não havia TV, videogame, internet? Então faz um tempão isso...

Eu não gosto de marasmo e de mesmice. E estou sentindo isso aqui quase todos os dias. A Igreja parece estar “devagar quase parando”. A catequese funciona como se fosse um banco da Igreja... Está lá, todo mundo senta, depois levanta e vai embora... Nada de diferente ou de novo acontece. E quando a gente propõe algo diferente, a coisa entra em polvorosa...

Este é o último mês de catequese. Dia 21 é a Primeira Eucaristia. Adivinhe se estou animada? Nada... Mesmo minha filha estando para fazer a Primeira Comunhão. Eu me sinto simplesmente... Fracassada! Pois minha luta contra o "sistema" deu em nada... Eu fiz um “exame de consciência" e vi que esse dia nem é mais tão importante pra mim... Não sinto em minhas crianças a "importância" desse dia... a não ser como um evento social... E não é bem isso que eu queria... E isso é fruto de como as coisas são por aqui... Mas quero pensar que isso é só uma fase... Que vai passar e daqui a pouco estou de novo animada e cheia de grandes idéias.

Bom, uma coisa que sempre fiz foi agir por minha própria conta... Se acho que algo pode ser melhorado, desde que não vá contra as normas e regras pré-estabelecidas, eu faço... O problema é quando as ditas regras e normas não permitem que se faça nada!

Continuei com meus encontros nas casas das famílias, apesar dos pesares. E tive boas experiências. Mas acho que precisava de mais um ano de catequese com essas crianças para dizer que o trabalho funcionou de verdade. E assim vou indo... Não penso muito em padres e coordenadores ou em catequistas. Penso mais nas crianças e nas famílias que estou atingindo. Isso sim me anima. Eles nos amam. Incondicionalmente. E esperam da gente que a gente transforme a vida deles. Isso é que me faz continuar. Tenho certeza que Jesus não me chamou à toa não... Ele tinha um propósito e não quer que eu desista no meio do caminho...

Lembro que no meu segundo ano de catequese, eu fiquei por demais desanimada... Eu trabalhava intensamente para que as coisas acontecessem. Lembro que estávamos organizando um evento da catequese e, como eu não era a coordenadora, acho que pisei em alguns “calos”... Tem gente que não gosta de executar "idéias" quando a idéia não é delas. E isso invariavelmente, fazia com que eu andasse meio sozinha. Então, eu havia chamado o grupo de jovens pra ajudar a arrumar o salão. E uma pessoa chegou lá e mandou "aqueles bagunceiros" todos embora e falou para as moças da limpeza que aquilo era serviço delas. Humilhou tanto o grupo de jovens quanto as meninas que trabalhavam na paróquia. Eu fiquei muito, mas muito sentida com aquilo... E aconteceu do padre me pegar chorando verdadeiramente, de pura frustração e raiva... Aí eu contei o que havia acontecido e falei pra ele que não agüentava mais aquilo tudo. Ele só me olhou e disse: "Minha filha, não quero ver você chorando e sofrendo para ser catequista... Vá pra casa e deixe tudo, a gente se arruma.".

Naquela hora eu vi que... não queria ir embora e largar tudo! Eu tinha organizado todo o evento, tinha conseguido as doações, tinha organizado a venda dos convites e ia desistir por causa de um espírito de porco? E ia deixar ali, tudo de lado? Eu respirei fundo, parei de chorar e só falei para o padre: "Não, padre. Não vou embora, não. Vou terminar o que comecei." E é isso que me fez ficar até hoje. Terminar o que comecei...



Escrito por Angela Rocha às 09h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




NOSSAS CRENÇAS...

Alguém me perguntou como eu explicaria a Trindade. Acho que seria assim...

A Santíssima Trindade na verdade é um dogma da Igreja. Uma lei, uma convenção, por assim dizer. É difícil explicar ... Tento explicar do "meu jeito", usando aquilo em que acredito. Pode até nem ser o melhor jeito, ainda estou em busca da “suprema” compreensão. Quem sabe quando eu me encontrar lá com o criador...

Mas eu explico a minha crença da seguinte maneira: Deus para mim é uma visão de PAI/MÃE, daqueles que nos protegem, nos afagam, nos amam acima de qualquer coisa. A quem devemos respeito e pedimos socorro nos momentos de perigo. O Pai ou a mãe nunca se eximem de cuidar de seus filhos... E nesse "cuidar" eu diria até mesmo que é deixar que cometamos erros para um aprendizado maior.

Jesus é o lado humano de Deus, ele explica como esse “Pai” também sente necessidade de ser "humano", por isso Ele veio aqui e viveu como nós. Ele nos entende, sentiu fome, frio, sede, dor... teve todos os sentimentos que nós temos. Sofreu na carne chagas horríveis. Por isso nos compreende, nos abraça e chora conosco. É o irmão mais velho que nos orienta no melhor caminho. E provou que, mesmo humanos, somos capazes de dar TUDO pelo outro. 

O Espírito Santo, talvez seja o mais complicado de se explicar. Eu até gosto de chamá-lo só de "Espírito de Deus". Isso me lembra cor, luz, energia, beleza, vontade. Isso está em mim. Não dá pra ver, não dá pra tocar, nem sequer imaginar a textura que poderia ter. O Espírito de Deus me "envolve" e ao mesmo tempo "mora" em mim. Mora na criação, mora em todas as coisas belas que Deus criou. Somos NÓS o "Espírito de Deus". O Espírito Santo é o nosso lado "divino", que está dentro e fora ao mesmo tempo.

Afinal, o que faz com que, um ser humano, sofra a mais profunda dor de perder um filho e, mesmo assim, consiga se levantar da cama o resto dos seus dias? É o "Espírito de Deus" em nós. E no Espírito está Deus, o Pai, e está o Filho, Jesus, seu lado humano. Assim eles são três  e ao mesmo tempo UM.

É muito difícil explicar a fé. Tentei várias vezes. E por mais que eu tente parece que não consigo explicar direito. Acabo fracassando no final. Talvez seja essa a “mistagogia”, o mistério que nos faz perseverar. Uma coisa que penso da fé é que ela não se explica. Sente-se. Pronto. É uma coisa de "conversão" e de anúncio mesmo. Um "mistério" em toda a magnitude da palavra.

Quando eu fico triste, desanimada, desesperada, com medo... Parece que sinto o afago de Deus em mim. Sinto a ação do seu Espírito, sinto Jesus caminhando do meu lado. Sei que muitas vezes Ele não pode evitar a minha dor, mas meu consolo é que Ele é que enxuga minhas lágrimas, me pede paciência, me pede amor no coração e insiste para que eu não desista. Não sou perfeita, não passo nem perto disso... Estou me construindo ainda,  sou amadora demais ainda... Mas no que eu posso, eu tento transmitir tudo de bom que Deus tem me sussurrado ao ouvido...

Bem, fiquem com Deus... E estarão com Jesus e repletos do Espírito Santo!



Escrito por Angela Rocha às 01h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PEGADA ECOLÓGICA

Você sabe o que é "Pegada ecológica"??

 

É isso mesmo... É um grande PÉ!  A pegada ecológica é a marca que nossos pés deixam no planeta. Explico. Se formos dividir a extensão do planeta terra pelo número de habitantes que ela tem, aproximadamente 6 bilhões, teríamos um espaço territorial para cada um. Incluindo terra, água, mar, ar, florestas, enfim... Bom, cada um de nós teria direito a 1,8 hectares da terra... Mais ou menos dois campos de futebol para cada um. Você acha muito?? Não precisa desse espaço todo? Precisar você realmente não precisa, mas a realidade é que você usa muito mais...

Existe um site, o http://www.wwf.org.br/wwf_brasil/pegada_ecologica , que fala tudo sobre nossa pegada ecológica. Inclusive você pode fazer um teste para calcular o tamanho dela, ou seja, quantas vezes mais você está usando o espaço a que tem direito no planeta Terra.

A definiçaõ de pegada ecológica no site da WWF-Brasil (uma ONG brasileira dedicada à conservação da natureza com o objetivo de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade) é a seguinte: "A Pegada Ecológica de um país, de uma cidade ou de uma pessoa, corresponde ao tamanho das áreas produtivas de terra e de mar, necessárias para gerar produtos, bens e serviços que sustentam seus estilos de vida. Em outras palavras, trata-se de traduzir, em hectares (ha), a extensão de território que uma pessoa ou toda uma sociedade “utiliza” , em média, para se sustentar." Mais ou menos como o desenho do "pé" que coloquei acima.

No site você ainda encontra informações sobre:

É espantoso as informações que se tem no site sobre as pegadas ecológicas aí pelo mundo afora... Você sabia que o tamanho da "pegada" do brasileiro é em média 2,1 hectare? A do americano é de 9,4, na Europa 4,8, no Japão 4,4 hectares? Teoricamente, 1,8 hectare é a média de área disponível por pessoa, no planeta, de modo a garantir a sustentabilidade da vida na terra. Entretanto, desde de 1999, a média de consumo por pessoa no mundo é de 2,2 hectares, cerca de 25% a mais do que o planeta pode suportar. Estamos em estado de alerta total!

Porque estou falando tudo isso?? Quando conheci a "pegada ecológica" e li sobre o assunto, fiquei pensando na nossa responsabilidade como catequistas, também na conservação do meio em que vivemos, na preservação da natureza e no amor a esse paraíso que Deus nos deu... E vem a calhar também que a Campanha da fraternidade do ano que vem, volta ao assunto da Amazônia e da degradação do planeta.

O tema da Campanha da Fraternidade de 2011 é: "Fraternidade e a vida no planeta" e o lema, "A criação geme em dores de parto".

 

Isso não dá um assunto muito interessante para tratar com os jovens catequizandos do Crisma?? Ou mesmo com as crianças da Primeira Eucaristia. Basta assessar o site, colher as informações e montar um encontro legal. E tem assunto para muita coisa... Dá para cada um montar sua pegada ecológica, dá para fazer pesquisa na internet. Montar cartazes, fazer conscientização, fazer uma feira "ecológica" catequética, fazer entrevistas, enfim... dar asas á imaginação.

Vamos lá, Catequistas!! Mãos a obra!

Angela Rocha - Catequista Amadora



Escrito por Angela Rocha às 22h53
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ENCONTRO EM SALTO GRANDE

BOM DIA!!

E estaremos nos reunindo no próximo dia 04/12 em Salto Grande -SP.

Distâncias: São Paulo - 400 Km, Ourinhos - 20 Km, Bauru - 124 Km, Assis - 52 Km, Marília - 98 Km, Presidente Prudente - 177 Km, Sorocaba - 305 Km, Cerqueira Cezar - 120 Km, Echaporã - 84 Km, Curitiba - 387 Km, Londrina - 174 Km, Bandeirantes - 70 Km, Maringá - 270 Km...

A idéia surgiu depois que descobrimos, eu e a Cris, que não moramos tão longe uma da outra... Aí descobri que a Márcia Cristina que mora em Cerqueira Cezar-SP, também não... E que temos a Edite que mora em Echaporã... E a Rosângela em Londrina e a Maria em Cambé... E surgiu a idéia de um encontro de catequistas anjos! Padre Giovanni, da Paróquia de Nossa Senhora do Patrocínio, lá de Salto, nos deu a maior força ... Quer fazer um encontro a nível de diocese. Para quem vem de longe vamos arrumar estadia e alimentação. E o Alberto está tentando arrumar a sua agenda para vir também... E estamos convidando catequistas de todo o Brasil!!

Nossa idéia é partilhar experiências e falar um pouco de Iniciação á Vida Cristã.

ESTÃO TODOS CONVIDADOS! Será uma alegria imensa nos reunirmos!



Escrito por Angela Rocha às 09h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UM DIA DE ENCONTRO

Ontem tivemos encontro de catequese. Foi um encontro bom. Não porque foi proveitoso e as crianças captaram tudo aquilo que era necessário. Não. Era um encontro para falar sério. E todo mundo sabe que é impossível falar sério com as crianças de hoje. Estamos falando sobre a missa. Parte por parte. E ao contrário do encontro anterior, onde não passei do Ato Penitencial, esse foi uma correria danada. As crianças queriam acabar logo... A missa, infelizmente, não faz parte do cotidiano delas. Repassando as partes elas me confessaram que algumas coisas elas nem tinham percebido que existia lá. Perguntei a elas se elas costumavam prestar atenção na homilia, no “sermão” do padre... E a maioria disse o seguinte... “Pra falar a verdade... Não!”.

 

Bom. Cumprimos a tabela. É triste dizer isso, mas assim é que é. A maioria dos encontros de catequese é para cumprir o cronograma de conteúdos. Sabe como eu queria que fosse esse encontro?  Queria que fosse celebrada uma missa só para elas. Onde o padre desse uma atenção especial a cada parte da celebração. Impossível. Não há espaço na agenda dos padres para esse “atendimento especial”. Paciência. Vamos então, cumprir a tabela.

 

Mas o encontro foi bom por outro motivo. A felicidade do Emanuel. O encontro foi na casa dele. Emanuel é um menino que falta muito. E que chega atrasado sempre. Eu chamei a mãe dele para conversarmos e em nossa conversa descobri que ela trabalha de dia e de noite. Que os dois filhos menores ficam com a filha adolescente. E que o marido trabalha fora. Fica até 60 dias longe dos filhos.

 

Em nossa conversa eu fui franca com ela. Emanuel, apesar das faltas, é um menino muito bom. Que eu ia deixar que ele fizesse a Primeira Eucaristia, não porque ele estava preparado, mas, porque sei lá que danos mais, isso podia causar à cabecinha dele se eu não deixasse. Que a falha na verdade era dela. Que a gente não deixa filhos se virando sozinhos aos dez anos. Que ele se sentia sozinho. Que ele ia jogar bola e esquecia da vida... Enfim. Pedi a ela para que fizéssemos um encontro na casa da avó do Emanuel. Ele havia pedido. Ela concordou e marcamos.

 

E ontem ao nos reunirmos na Igreja para ir ao encontro, o Emanuel estava na maior felicidade. “Tia, o encontro vai ser na minha casa. Porque meu pai está aqui!”. E dava pra ver a felicidade estampada nos olhos dele. E não era só pela bicicleta nova que ele emprestou a todos para dar uma voltinha. Era felicidade por estar nos levando a casa dele para conhecer o pai.

 

E lá fomos nós. Quando chegamos, só a irmã mais velha estava lá. Começamos o encontro e um tempinho depois ele disse escutando o barulho do portão: “Tia, Meu pai chegou!”. E quando o pai chegou e nos apresentamos dava pra ver a felicidade do Emanuel. Expliquei ao pai porque estávamos fazendo encontro nas casas. Para nos conhecermos melhor e conhecermos as famílias. E o pai do Emanuel nos disse que aquilo era mesmo obra de Deus... Porque ele estava há 60 dias sem vir pra casa e tinha vindo justo nessa semana. Aproveitei e fiz questão de perguntar se ele ainda estaria aqui dia 21 de novembro para a Primeira Eucaristia e o quanto isso era importante na vida do filho. E arranquei dele a promessa de que estaria...

 

Quando terminamos o encontro o Emanuel chegou e me disse baixinho: “Tem lanche pra nós, viu?”. E fomos brindamos com refrigerante e salgadinhos.

 

Em conteúdo, eu senti que nosso encontro não foi lá essas coisas. Mas em “confraternização”, foi dez. Ainda consegui conversar um pouquinho com a mãe do Emanuel que chegou do trabalho. Eles agradeceram a visita e deu para ver que realmente gostaram dela. Por mais que as vezes eu ache que estou “forçando a barra” um pouco, acredito que este gesto faz com que as famílias sintam que elas são importantes para nós, para mim, para a catequese e consequentemente para a nossa Igreja.



Escrito por Angela Rocha às 08h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pensamento do dia

"... E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos". (Gl. 6, 9-10)



Escrito por Angela Rocha às 10h15
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




NASCER PARA O ALÉM

Querida Penha... Não é fácil querer segurar a vida... 

Mesmo sabendo que nos reencontraremos, não é fácil deixar partir aqueles que a gente ama...

Um grande abraço para você e a minha homenagem nesta hora de dor...

 

   Nascer para o além

 

Há pessoas que morrem todos os dias. Morrem no orgulho, na ignorância, na fraqueza.

Dizem que o homem morre para o mundo, mas nasce para Deus.

Que quando morre a semente, nasce a flor.

Assim, em toda morte, há uma nova vida.

Esta é a esperança do ser humano que crê em Deus.

Triste é ver gente morrendo por antecipação... de desgosto, de tristeza, de solidão.

Pessoas fumando, bebendo, acabando com a vida.

Essa gente empurrando a vida. Gritando, perdendo-se.

Gente que vai morrendo um pouco, a cada dia que passa.

Há tanta gente morrendo a cada dia, sem partir.

Há gente morrendo até mesmo antes de nascer.

E, nesse momento, vêm a lembrança as pessoas que perdemos.

E dá uma enorme vontade de abraçá-los outra vez.

De retroceder no tempo e segurar a vida.

É a ausência-presença, porque não podemos tocá-los, e ao mesmo tempo, podemos senti-los.

Ah! Aqueles que já partiram! Aqueles que viveram entre nós.

Que encheram de sorrisos e de paz a nossa vida.

Foram para o além deixando este vazio inconsolável.

Que a gente, às vezes, disfarça para esquecer.

Deles guardamos até os mais simples gestos.

Sentimos, quando mergulhados em oração, o ruído de seus passos e o som de suas vozes.

A lembrança dos dias alegres. Daquela mão nos amparando.

Daquela lágrima que vimos correr. Da vontade de ficar, quando era hora de partir.

Essa vontade de rever novamente aquele rosto.

Esse arrependimento de não ter dado maiores alegrias. Essa prece que diz tudo.

Esse soluço que morre na garganta...

Essa saudade machucando o coração, do tamanho do infinito caindo sobre nós.

Meu Deus! Que ausência tão cheia de presença!

Que morte tão cheia de esperança e de vida!

 

   Texto: Padre Juca

   Adaptação: Angela Rocha

 



Escrito por Angela Rocha às 21h09
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PENSAMENTOS DO DIA

"Tempo de estar calado e tempo de falar." Ec.3,7.

"Põe guarda, Senhor, à minha boca. Vigia a porta dos meus lábios." Sl. 141,3



Escrito por Angela Rocha às 10h29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ELEITA A PRIMEIRA MULHER À PRESIDÊNCIA NO BRASIL

E pela primeira vez na história do Brasil, temos uma presidente!

 

A vitória nas urnas depois de uma das mais acirradas disputas eleitorais, envolvendo assuntos polêmicos, escândalos e um envolvimento nunca antes visto por uma imprensa totalmente parcial, dá a Dilma Roussef a certeza que, o povo brasileiro não está nem aí para o que diz os meios de comunicação. A resposta do eleitor foi a resposta que quem viveu nos últimos anos um período nunca visto na história: o povo mesmo, aquele sofrido e batalhador, está cansado de conversa e de viver na miséria. Nos 55 milhões de votos, tenham certeza, estão os 25 milhões que o governo Lula tirou da linha da miséria e os outros são as pessoas conscientes disso.

 

Em seu primeiro discurso, a presidente da República eleita, após receber mais de 55 milhões de votos, Dilma Rousseff, se comprometeu a trabalhar para erradicar a miséria no país. A presidente leu o discurso, que durou cerca de 25 minutos, e dedicou parte dele ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, principal entusiasta de sua candidatura. Segundo ela, a emoção de vencer nas urnas se “mistura” à tristeza pela “despedida do presidente”, que deixa o governo após oito anos com índices recordes de aprovação.
”Sei que um líder como o Lula nunca estará longe de seu povo. Baterei muito à sua porta, e tenho certeza de que a encontrarei sempre aberta. A tarefa de sucedê-lo é difícil e desafiadora.” O presidente Lula não participa das comemorações da vitória de Dilma porque, segundo ele, hoje “a festa é dela”.

Em suas primeiras palavras, Dilma agradeceu aos “brasileiros e brasileiras” de quem “recebeu a missão mais importante da vida”, e se comprometeu a lutar pela igualdade de oportunidades no país. Para a futura presidente, o resultado de hoje consagra o “princípio essencial da democracia”. “É uma imensa alegria estar aqui hoje. [...] Este fato é uma demonstração do avanço da democratização do país, porque pela primeira vez uma mulher governará o país. [...] Eu gostaria muito que os pais e as mães das meninas pudessem olhar nos olhos delas e dizer: ‘sim a mulher pode’”.

Ao lado do vice-presidente eleito, Michel Temer (PMDB-SP), e de aliados, a presidente eleita ainda listou uma série de compromissos firmados ao longo de sua campanha, e disse que não irá descansar enquanto houver brasileiros passando fome. “Não podemos descansar enquanto houve brasileiros passando fome, enquanto houver pessoas dormindo nas ruas [...] A erradicação da pobreza é um compromisso que assumo, mas ao qual peço humildemente o apoio para atingir”.



Escrito por Angela Rocha às 00h39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




FOLHA SANTA TEREZINHA

Mais uma semana cheia, mais um fim de semana praticamente sem descanso...

Agora, às 12h20, acabo de transmitir a Folha Santa Terezinha à gráfica para impressão. Passei praticamente tod sexta-feira e o sábado trabalhando para por em ordem as doze páginas do tablóide que compõe o jornal da paróquia e o informatico da Renovação Carismática de Bandeirantes. Quando estou fazendo isso, sempre me xingo e brigo comigo mesma por ter pego tamanho "rabo de foguete"... Mas o fato é que adoro esse trabalho. Mesmo tendo que digitar muita matéria, corrigir erros, arrumar fotos para impressão e fazendo o próprio trabalho de diagramação em si... é uma coisa que sempre gostei de fazer. Há sete anos faço isso. Acho que agora em Londrina vou ter um descanso... rsrsrsr.

Então, quer quiser dar uma olhada neste trabalho é só acessar o site da paróquia e clicar no ícone da Folha do lado direito da página:

http://www.santuariosantaterezinha.com.br



Escrito por Angela Rocha às 12h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


angela,foto
 
Angela Rocha
BRASIL, Sul, LONDRINA, Mulher, de 36 a 45 anos, Portuguese, English, Livros, Música, Catequese
Outro - e-mail: angprr@uol.com.br
Histórico
    Categorias
      Todas as Categorias
      Link
      Citação
      Textos
    BLOGS QUE INDICO
      BLOG DO PAULO (Filhão! Meu claro...)
      Catequese e Biblia -CNBB
      catequistapontocom
      Viagem teen
      Conforto e equilíbrio
      Vinde todos evangelizar
      Catequese São José
      Amando a catequese
      Blog da Edimeli
      Catequistas Unidos
      Catequese Rainha Santa Isabel
      Bíblia on line
      Portal de Catequese Católica
      Então vamos pensar
      BANDFOTO - Marcos Arruda
      Padre Zezinho
      Catequisar.com
      Catequese - Jorge
      Diocese de Guarapuava
      CNBB
      Catolicanet
      Projeto Releituras
      Pasta UOL MAIS Angela
      Oficina da Criatividade
      Desmancha pontos
      Vinde e Vede Jesus
      Respingos do cotidiano
      CEBI - Centro de Estudos Bíblicos
      Catequese Salto Grande
      BLOG CATEQUESE - EDITORA VOZES
      Blog da Moema
      Quero ser comunidade
      Blog da Clara
      Portal da Família
      Sou Catequsita de IVC
      Jardim da Fé
      Paroquia N Sra Auxiliadora - Londrina
      Cheiro de flor quando ri
      Lectionautas Brasil
      Catequista semeando amor
      Para Jesus Comics
    Votação
      Dê uma nota para meu blog


    PageRank




    Translate to english the blog

    Angela Rocha

    Criar seu atalho